sexta-feira, 25 de março de 2016

BRASIL 2016 EM TEMPOS DE CRISE - O QUE ESPERAR?

Sabemos que estamos vivenciando uma crise política, social e econômica sem precedentes, que nem mesmo os melhores analistas financeiros poderiam prever, com exatidão esta verdadeira catástrofe. Com mais de 2 milhões de desempregados e a previsão de mais 800 mil novos brasileiros demitidos nos próximos 60 dias, o Brasil já não tem mais fôlego para continuar nadando rumo a um futuro certo. Pois o que vejo atualmente, é o seguinte cenário:


O que me parece ser fato, é que mudaram a nossa bandeira e retiraram o Azul do nosso Céu Límpido e sempre Estrelado com o termo "Ordem e Progresso" que nem me lembro mais o que realmente significa. Hoje não somos mais um país no qual a Democracia rege e sim, o Comunismo. No cenário nacional esta sim seria a nossa verdadeira bandeira nos dias de hoje. Um país governado por um partido no qual sua bandeira é VERMELHA. E desta forma, encontramos na rede mundia de computadores imagens tristes como esta que apresento abaixo:


Vejam a imagem. Vejam as cores. Vejam as pessoas. Vejam a CUT. Na minha opinião seriam uns 100 ou 200 mil vagabundos sustentados por mim e por você a menos no Brasil. E também acredito que o Lula deveria ser o primeiro a cometer o tal ato de suicídio junto com a Dilma, tipo Romeu e Julieta. Mas como isto não vai acontecer e acredito que o "Presidente" irá se refugiar na Espanha, sabendo que nem Cuba suporta tanta "corrupção", sinceramente não consigo mais ver u futuro miraculoso no qual o país volte a crescer, sabendo que Marcelo Odebrecht e André Gerdau estão praticamente "condenados". E isto irá se estender e muito, atingindo Vale, CSN e outras gigantes brasileiras, não parando apenas na Petrobras que está praticamente falida.


Veja todas estas pessoas pedindo o fim da corrupção. É lindo e poético, mas totalmente falso. Quantas destas pessoas são realmente honestas? Se colocássemos a corrupção na frente de todas elas que estão por trás desta faixa e pedíssemos para aquele que nunca sonegou um único centavo que seja, que aquele que declarou todo centavo à Receita Federal que recebeu durante toda a sua vida, que aquele que nunca procurou se beneficiar com qualquer coisa que seja, mesmo que olhando a resposta de uma questão em uma prova qualquer na escola, por cima do ombro de seu "amigo", atirasse a primeira pedra. Quantos ainda restariam por trás desta faixa? Será que você estaria limpo para pegar e atirar a sua pedra contra a corrupção?


Mas deixando o idealismo de lado, o que precisamos não é de uma reforma política nem de novos políticos. Nós precisamos de um novo "sistema" de uma nova "forma de governo". Sei que o suprapartidarismo está acima das ideologias de qualquer partido, mas também não seria a melhor solução. O que eu consigo prever para os próximos meses, tenho até mesmo medo de revelar, pois é um cenário realmente catastrófico e devastador. Mas vou aqui deixar registrado o que acredito que aconteça no Brasil ainda este ano.


Eu acredito que Dilma caia em menos de 45 dias por forças que estão acima da sua própria compreensão e que Lula sai do país e leve junto com ele para sempre, toda a corja de sua família e familiares. Michel Temer também não vai conseguir segura a barra que está chegando e batendo a sua porta. Acredito que novas eleições ou até mesmo um plebiscito seja convocado. Não vejo mais futuro no voto eletrônico, pois tudo próximo ao seu fim, tende a retornar para o inicio. Acredito que um nome que ainda ficará conhecido, seja o do Alvaro Dias, quem sabe. Ainda é incerto, pois o futuro é sensível a pequenos acontecimentos. Vejo e sei que as olimpíadas Rio 2016 se tornarão um erro ainda mais expressivo que os 7x1 na Copa da Brasil. Vejo tragédia eminente e um país com medo, fraco e doente. A primeira praga já está aqui e se chama Aedes Aegypti. O mundo vai temer ainda este ano este pequeno mosquito. Ainda vejo grandes desastres naturais na costa brasileira, vejo o mar engolindo partes de algumas cidades que um dia foram magníficas para se viver e onde não voltarei mais. 2016 é o Ano Negro. Sérgio Mora ainda vai ganhar um apoio importante dos Estados Unidos que vão deixar sua postura de amigos para assumir posicionamentos menos diplomáticas em nome do futuro de todos nós a seus próprio interesses, logicamente. E como já disse nas matérias anteriores, se você puder, guarde dinheiro em baixo do seu colchão, pois vejo um grande golpe financeiro já sendo articulado.  
  

Sabe por que o governo, a televisão aberta, as escolas e a imprensa em geral querem que você se lembre da ditadura apenas desta forma, com repressão, censura e tamanha crueldade? Por que naquela época ladrão, vagabundo, estuprador, corrupto, sequestrador, assassino, viciado, traficante, político, estelionatário, entre outros, realmente não tinha vez. Eram caçados, torturados e mortos, praticamente em praça pública ou jogados em alto mar, a verdadeira truculência que todos temem. É por este motivo que ninguém gosta da ditadura militar 64-85. Os 21 anos nos quais o Brasil realmente caminhou para frente e fez história concreta como Brasília, a Rodovia Transamazônica (BR-230), as hidrelétricas de Tucuruí, Balbina e Itaipu (a maior do Brasil), a ponte Rio-Niterói, as usinas nucleares de Angra, a Ferrovia do Aço e o projeto de minério de ferro de Carajás e de celulose de Jari. E atualmente não poderíamos de forma alguma retornar ao estado ditatorial, pois se isto acontecesse hoje, mais de 50% da população teria que ser "morta". É isto mesmo, todos os brasileiros que receberam bolsa família, bolsa escola, bolsa gás, bolsa moradia, entre outros tantos benefícios criados para implantar este semi-comunismo que presenciamos hoje, sem a "real necessidade", seriam investigados, julgados e se condenados, "mortos". Todos "mortos". Todos os políticos que roubaram do Estado Maior, "mortos". Todo empresário que sonegou impostos, "morto". Todo policial que se corrompeu "morto". Este é o regime militar em sua mais pura essência e forma.  Todo preso teria que trabalhar, por exemplo: consertar as nossas estradas. Toda estatal seria repatriada e a corrupção não seria mais tolerada. Teríamos toques de recolher às 22 horas. Isto significa que os pais não precisariam mais se preocupar com seus filhos. Sabem por que a 40 anos atrás não víamos muitos casos de violência doméstica e estes crimes hediondos que a televisão adora noticiar às famílias brasileiras? Bom, por que quando eu tinha uns 11 anos, estudando no quinto ano do ensino fundamental, ao chegar na escola, tinha que carimbar a minha carteirinha e ir direto para o pátio principal me juntar a minha fila indiana por ordem de tamanho. E ai daquele aluno que não estivesse em sua respectiva fila junto com os demais alunos de sua classe, no seu devido lugar. Mas o que todos faziam lá? Rezar? Jamais. Estávamos lá para cantarmos o Hino Nacional. Um pequeno resquício ainda da ditadura militar. E o que aprendíamos, era simples: regras e controle. Se o seu pai agredir sua mãe, se sua mãe agredir você, se você ver seus vizinhos agredindo um ao outro ou seus filhos, procure o seu professor e conte a ele. Deixe o resto por nossa conta. É fato que a 30 anos atrás, não tínhamos muita violência, será que é por que o sistema de ensino funcionava de verdade e as pessoas aprendiam que crimes não eram tolerados

Mas o que os nossos filhos aprendem hoje na escola? Você já se perguntou isto? A sim, eu respondo imediatamente: LIBERDADE DE GÊNERO, proposta pelo Deputado Jean Wyllys. Aprendem que podem pegar uma faca e esfaquear seus país, que podem roubar e matar a vontade, pois são intocáveis perante a lei e não podem ir para a cadeia por que são menores de idade. Aprendem que podem desrespeitar os mais velhos e não podem ser castigados e que existe a Lei da Palmada. Bom, o problema é que na minha época era bem diferente. Quando meu pai me pegou mantando aula, ele tirou o cinto que prendia suas calças na frente de toda a escola, por volta das 11:30 horas quando estava retornando e me levou para casa na base das correonadas. Hoje ele certamente seria preso por causa disto, mas naquela época a única coisa que ele ganhou foi que eu nunca mais matei aula. É isto que ganhamos com o fim da ditadura e o início da democracia. Eu ainda sou daquela opinião de que uma população desarmada, é interessante apenas a dois grupos em específico: um governo covarde e corrupto e bandidos os dos mais variados tipos. Pois se a ditadura voltasse hoje, aqui e agora. Sabem o que iria acontecer com o Lula e toda a sua família? Caçados, presos e torturados, mortos talvéz. Mais ou menos desta forma: "aonde está o dinheiro?". E esta é a única tortura que todo brasileiro teme. Isto por que a história, a verdadeira história, aquela que você não encontra nos livros que fazem parte deste sistema falho e mentiroso desde sempre, nos ensina; é que qualquer tipo de governo, monarquia, ditadura, presidencialismo, feudalismo, comunismo, parlamentarismo, em fim; desde tempos remotos, sumérios, astecas, egípcios, incas, maias, americanos, indígenas, babilônios, vikings, brasileiros, é sustentado pelo seu povo. Um povo forte e bem nutrido, satisfeito e armado sempre foi reflexo de um governo forte e poderoso. Ou seja: os governantes que cuidam bem do seu povo são prósperos, pois sempre foi o povo que lutou por cada um deles em todas as suas batalhas. E por que somente na ditadura seria diferente, eu te pergunto? A censura, não permitia sexo na TV aberta, falar mal do governo, atos de terrorismo, homens beijando homens publicamente, sites e produtos que enganam as pessoas, mulheres fazendo sexo com mulheres para todos verem, notícias de crimes hediondos para não incentivar mais crimes, qualquer tipo de tráfego, seja de drogas ou influências, sonegação fiscal ou tributária, pedágios em estradas que foram construídas com o dinheiro do povo; enfim, isto é a censura que a mídia tanto denigre e reprime com ênfase.